1 | 2

A Sinfônica

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas foi a primeira instituição do gênero a surgir em uma cidade brasileira fora de capital de Estado. Documentos de 1929 vieram à tona em outubro de 2014, e comprovam que a Sinfônica de Campinas foi criada, formalmente, em 6 de outubro daquele ano, como Associação Symphonica Campineira.

Esses dados comprovam que a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas é uma das mais antigas do País em atividade, se não a mais antiga. O concerto de estreia foi apresentado no dia 15 de novembro de 1929, sob regência do maestro Salvador Bove. Desde então, a orquestra encanta o público com obras de grandes compositores e privilegia o trabalho de artistas regionais.

Em 1975, passa a ser mantida pela Prefeitura de Campinas, quando foi consolidada na estrutura que perdura até os dias atuais. As décadas de história, registradas em atas, cartas, recibos, notas e livros demonstram o apreço do público campineiro e regional pela música erudita, que tornou Campinas rota indispensável dos principais programas sinfônicos e operísticos do País.

Atualmente, a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas tem como diretor artístico e regente titular, Victor Hugo Toro e diretor administrativo, Fernando Zuben.

_____________________________________________________________________________________________

T E M P O R A D A   2 0 2 0

Os 250 anos de nascimento de Beethoven, o sesquicentenário da estreia da ópera "O Guarani", de Carlos Gomes; o centenário da morte do compositor Alberto Nepomuceno e mais os músicos João Donato, Liduíno Pitombeira, Danilo Caymmi, André Mehmari, Hércules Gomes, Germano Fonseca estão no time de craques da Temporada Artística 2020 da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC).

A programação, composta por mais de 60 concertos com repertórios vibrantes e diversificados, além de compositores e solistas nacionais e internacionais, foi anunciada no dia 5 de março.

Ao longo do ano, a OSMC apresentará o ciclo integral das nove Sinfonias de Beethoven. "É a primeira vez em mais de 30 anos que a orquestra aborda a integral das Sinfonias de Beethoven numa única temporada", observou Toro.
 
"Beethoven era um compositor surdo. Parte de homenagear seu legado à humanidade é tentar fazê-lo o mais inclusivo possível", afirma o maestro, destacando o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos e dos profissionais em linguagem de libras nas apresentações.
 
Como parte das celebrações, será feita homenagem especial a Beethoven recriando um concerto organizado pelo próprio compositor em 1808. "Foi um concerto que durou mais de três horas, uma verdadeira maratona beethoveniana onde foram estreadas várias das maiores obras que compôs". Essa "maratona" será apresentada pela OSMC em dezembro.  
 


APOIE NOSSO PROJETO

PROAC - ICMS – Lei n° 12.268/06
PRONAC - Rouanet - IRRF - Lei nº 8.313/1991

Informações:

Telefone: 19 37058047
contato@osmc.com.br

Estação Cultura
Pça. Mal. Floriano Peixoto, s/nº
Centro - Campinas - SP
Tel.: (19) 3705-8000