1 | 2

Maestro Benito Juarez

03/08/2020
Com profundo pesar iniciamos a semana com a triste notícia do falecimento do maestro Benito Juarez, que por 25 anos desempenhou a função de diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas.
 
O maestro Benito Juarez foi uma grande referência cultural e musical para toda uma geração de campineiros e um dos regentes brasileiros de maior expressão no cenário artístico nacional e internacional. Foi premiado cinco vezes pela Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA – como “melhor regente do Estado de São Paulo”. Em 1975 recebeu dessa entidade o “Grande Prêmio da Crítica” pelo trabalho desenvolvido junto ao CORALUSP e à Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas.

Em 1996, recebeu o Prêmio de Música “Maestro Eleazar de Carvalho”, outorgado por uma comissão de intelectuais e artistas brasileiros constituída pelo Ministério da Cultura e como o melhor Regente do País; em 1998 recebeu do Presidente da República Fernando Henrique Cardoso o Grau de Comendador na Ordem do Mérito Militar e em 2008 recebeu o prêmio Melhor Projeto Musical Erudito.
 
Benito foi um permanente inovador no cenário musical brasileiro. Em 1967 fundou o coral da universidade de São Paulo (CORALUSP), realizando um importante trabalho com o grupo. Em 2002, convidado pela Fundação Cultural Exército Brasileiro, fundou a Banda Sinfônica do Exército e foi seu regente titular e diretor artístico musical. Além disso, criou o Departamento de Música e a Orquestra Sinfônica da Unicamp, instituição na qual atuou como professor de regência.
 
O passo do maestro Benito pela OSMC não esteve isento de conflitos e controvérsias, mas ele deixou uma marca importante na biografia da instituição e deu uma contribuição histórica para o prestígio nacional da orquestra. Foram muito famosos seus concertos ao ar livre, a sua participação no movimento das diretas já dos anos 80, seus 5 LP e 2 CD gravados com a sinfônica, incluindo a histórica gravação da integral dos concertos para piano de Heitor Villa-Lobos, entre outras.

Com ele, a orquestra campineira foi a primeira a receber o grande prêmio pela Associação Paulista dos Críticos de Arte e o prêmio Qualidade Brasil – Sudeste Paulista. Entre suas realizações, apontamos também as importantes tournées regionais e nacionais pelo Brasil.
 
Benito faz parte da memória afetiva da cidade de Campinas. Com a OSMC realizou muitos concertos de repertório variado e obteve muitos prêmios e reconhecimento. Conquistou diferentes públicos pela pluralidade de repertórios apresentados, que transitaram entre o erudito e o popular, com maestria e excelência. Em 2019, nas celebrações dos 90 anos da Sinfônica de Campinas, foi entregue a medalha homenagem “90 anos OSMC” ao seu filho, o musico André Juarez, num emotivo concerto ao ar livre na Concha Acústica do Taquaral, cenário de inúmeras apresentações do maestro Benito com a OSMC.
 
O maestro Benito Juarez de Souza nasceu em 17/11/1933 em Januária, Minas Gerais. Neste momento de dor e consternação, deixamos os nossos mais sinceros pêsames a seus familiares e amigos. O prefeito Jonas Donizete decretou luto oficial de três dias na cidade de Campinas.

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas - OSMC



 

 



 

 

 

 

 



visualizar mais comentários...

 

OSMC - Paço Municipal
Av. Anchieta, 200 - 6º andar
13 015 904 | Campinas - SP
+55 19 2116 0951